Pesquise no Blog

August 10, 2007

Os Equívocos da Marcha para Jesus




A cada ano milhares de evangélicos, de várias denominações, tomam as ruas de algumas capitais do país para participar de um evento denominado “Marcha para Jesus”. O movimento começou no Brasil em 1993 e tem crescido a cada ano. Muito embora para muitos irmãos a marcha pareça ser algo bom, pois aglutina o povo de Deus em busca de um bem comum, não podemos deixar de comentar alguns equívocos que se encontram bem evidentes na realização destas marchas. Alisto-os abaixo:

1. A igreja e a marcha são lideradas por um homem que se autodenomina apóstolo. Este é um erro cada vez mais freqüente em algumas denominações neo-pentecostais de nosso país. É sabido que o título “apóstolo” foi reservado àquele primeiro grupo de homens escolhidos por Cristo. Após a traição e suicídio de Judas, os apóstolos escolheram outro para ocupar o seu lugar (At 1.15-20), mas, como foi feita esta escolha? Que critérios foram usados? Ei-los: 1º) Ter sido discípulo de Jesus durante o seu ministério terreno; 2º) Ter sido testemunha ocular do Cristo ressurreto. Como pode alguém, hoje, ousar sustentar o título de apóstolo?

2. A igreja que organiza a marcha ensina Teologia da Prosperidade (crença de que o cristão deve ser próspero financeiramente), Confissão Positiva (crença no poder profético das palavras – assim como Deus falou e tudo foi criado, eu também falo e tudo acontece), Quebra de maldições (convicção de que podem existir maldições, mesmo na vida dos já salvos por Cristo) e Espíritos Territoriais (crença em espíritos malignos que governam sob determinadas áreas de uma cidade).

3. A filosofia da marcha está fundamentada em uma Teologia Triunfalista (tudo sempre vai dar certo, não existem problemas na vida do crente), tendo como base textos como Êxodo 14 (passagem de Israel no mar Vermelho) e Josué 6 (destruição de Jericó); (1)

4. Uma das finalidades da marcha é promover curas e libertações; (2)

5. A marcha não celebra culto, e sim show gospel; (3)

6. Os líderes do movimento propagam que a marcha tem o poder de "mudar o destino de uma nação"; (4)

7. Na visão do grupo, com base em Josué 1.3 "Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado", a marcha é uma reivindicação do lugar por onde passam na cidade; (5)

8. Na visão do grupo, a marcha serve para tapar as "brechas deixadas pelos atos ímpios de nossa nação"; (6)

9. Na visão do grupo, a marcha destrói "fortalezas erguidas pelos inimigo em certas áreas em nossas cidades e regiões"; (7)

10. A marcha tem caráter isolacionista, próprio de gueto, e não o que Cristo nos ensinou, a saber, envolvimento amplo na sociedade (Mt 5.13-16), com irrepreensível testemunho cristão (1Pe 2.12).

Ademais, é importante observar que toda a organização da marcha está centrada nas mãos de uma igreja apenas, excluindo-se o alegado caráter de união entre os evangélicos.

Tanta força e entusiasmo deveriam ser canalizados para a pregação do Evangelho a esta nação cada vez mais sedenta. As pesquisas indicam que os evangélicos já somam 15% da população brasileira, no entanto, a imoralidade, a corrupção e a violência são cada vez maiores em nosso país. Os canais de TV, os programas de rádio, bem como as marchas, não têm gerado transformação de vida em nosso povo.

A marcha que Cristo ensinou à sua igreja foi outra, silenciosa e efetiva, tal qual o sal penetrando no alimento (Mt 5.13); pessoal e de relacionamento, como na igreja primitiva (At 8.4); cotidiana e sem cessar, como entre os primeiros convertidos (At 2.42-47). Que Deus nos restaure esta visão.

_____
Notas:
(1) http://www.marchaparajesus.com.br/ – “Proposta Espiritual”
(2) http://www.marchaparajesus.com.br/ - "Proposta Espiritual"
(3) http://www.marchaparajesus.com.br/ - "Marcha para Jesus 1993 Brasil"
(4) http://www.marchaparajesus.com.br/ - "Marcha para Jesus 1995 Brasil"
(5) http://www.marchaparajesus.com.br/ - "7. Reivindicando a Terra".
(6) http://www.marchaparajesus.com.br/ - "8. Arrependimento Público".
(7) http://www.marchaparajesus.com.br/ - "9. Destruindo Fortalezas".

4 comments:

adrianodaciulis said...

olá, obrigado por colocar meu vídeo no seu post sobre a marcha, temos que ser extremamente críticos com a religião para a exploração do povo não ir além dos patrões e das leis.

Anonymous said...

"Ademais, é importante observar que toda a organização da marcha está centrada nas mãos de uma igreja apenas"

interessante ver um comentario assim e sabendo de onde isto saiu.

o fato eh q o criador da ideia tem regalias sobre ela, n condorda? ou ate PIRATEAR a ideia vcs estao querendo?
o comentario acima eh de uma higreja historica, se ela n tem criatividade e inteligencia para criar, entao q pelo menos ela seja humilde a usufluir.

abracos
QDTA

Rev. Ageu Magalhães said...

Caro anônimo,

Com regalias ou sem regalias (embora esta palavra seja muito estranha quando usada para o Reino de Deus) o fato permanece: a marcha é da Igreja Renascer.

Abraço,
Ageu.

Anonymous said...

Concordo que a marcha ficou banalizada e que muitos de seus conceitos deveriam ser trocados mas o que fazer? Sentar e ver a parada Gay passar?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails