Pesquise no Blog

August 10, 2007

Silas Malafaia adere à Teologia da Prosperidade




Há não muito tempo ouvi um sermão do Pr. Malafaia em que ele falava sobre o dízimo. Assisti até o final, pois ele estava sendo coerente com a Bíblia e trazendo uma boa mensagem. Nos últimos cinco minutos, a decepção. Enveredou pelo rumo da Teologia da Prosperidade. Disse que nós tinhamos que dar muito a Deus, para receber mais ainda, que o crente tem que ter muito dinheiro, etc, etc, etc... Lamentável. Um homem que aparenta conhecer tanto a Bíblia conformando-se a este século materialista e induzindo muitos ao erro. Veja o que diz uma das notas desta Bíblia:



Decomponho abaixo o texto e comento:

1. "A pobreza é escravidão" - Pobreza não é escravidão. Pecado é escravidão. A pobreza sempre existiu e sempre existirá. Jesus disse: "... os pobres, sempre os tendes convosco..." (Mt 26.11) A pobreza, para muitos de nós, é bênção, pois, se tivéssemos abundância, desprezaríamos a Deus. As palavras de Agur são muito próprias: "Duas coisas te peço; não mas negues, antes que eu morra: afasta de mim a falsidade e a mentira; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; dá-me o pão que me for necessário; para não suceder que, estando eu farto, te negue e diga: Quem é o SENHOR? Ou que, empobrecido, venha a furtar e profane o nome de Deus." (Pv 30.7-9). A pobreza também é bênção pois nos dá o privilégio de ajudar o próximo mais necessitado, seguindo o exemplo do nosso Mestre.

2. "Ela amarra as pessoas impedindo-as de terem as coisas que necessitam." O que dizer do Salmo 23.1? "O Senhor é o meu pastor e nada me faltará" (de nada tenho falta). O que dizer de Fp 4.11-13? "Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece." Uma vida de libertação não é uma vida em que temos tudo o que necessitamos, aliás, a cobiça por estas coisas é que é escravidão e idolatria: "Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores." (1Tm 6.10). A verdadeira liberdade é o contentamento, a dependência de Deus. É sabermos que, "tendo sustento e com que nos vestir" estamos contentes (1Tm 6.8). É saber que o importante não é o dinheiro deste mundo, mas o do mundo porvir: "Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam." (Mt 6.19,20).

3. "A pobreza leva à depressão e ao medo." Seguindo a lógica, então, ricos não têm nem depressão, nem medo. Não acontecem suicídios entre ricos. Seguindo a lógica, todo pobre é depressivo e tem medo. Não é preciso ir mais longe para ver a incongruência da afirmação. Felicidade não tem a ver com quantidade de bens, mas com vida com Deus. O mundo é repleto de pessoas plenas de alegria, que não tem posse alguma, aliás, tem a principal posse, o principal bem, o principal e mais rico tesouro - a salvação em Cristo Jesus. Infelizes são aqueles que não se contentam com o que tem e alimentam dioturnamente um desejo cobiçoso por bens materiais - esses são os infelizes, dentre os quais, lamentavelmente, estão incluídos muitos crentes.

4. "Não é vontade de Deus que você viva na escravidão da pobreza." Frase totalmente desprovida de base bíblica, mentirosa. Deus não se importa se vivemos com muitos ou poucos bens. Ele quer saber onde está o nosso coração. Não há um versículo sequer na Bíblia que diga que essa é a vontade de Deus para nós, senão vejamos:

- Mateus 18:14 Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos.

- João 6:39 E a vontade de quem me enviou é esta: que nenhum eu perca de todos os que me deu; pelo contrário, eu o ressuscitarei no último dia.

- João 6:40 De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir o Filho e nele crer tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.

- João 7:17 Se alguém quiser fazer a vontade dele, conhecerá a respeito da doutrina, se ela é de Deus ou se eu falo por mim mesmo.

- João 17:24 Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo.

- Romanos 8:27 E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos.

- 1 Coríntios 1:1 Paulo, chamado pela vontade de Deus para ser apóstolo de Jesus Cristo, e o irmão Sóstenes,

- Gálatas 1:4 o qual se entregou a si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar deste mundo perverso, segundo a vontade de nosso Deus e Pai,

- 1 Ts 4:3 Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição;

- 1 Ts 5:18 Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.

- 1 Pedro 2:15 Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos;

- 1 Pedro 4:2 para que, no tempo que vos resta na carne, já não vivais de acordo com as paixões dos homens, mas segundo a vontade de Deus.

Note a ausência de qualquer menção à condição financeira. A vontade de Deus é que lhe sejamos fiéis, obedecendo a sua Palavra, andando nos seus caminhos, em santificação. Isso independe do quanto temos em nossa carteira.

5. "É hora de Deus acabar com a escravidão das dívidas e da pobreza no meio do seu povo. É chegado o momento da liberação de uma unção financeira especial que quebrará as cadeias da escassez e o capacitará a colher com abundância." Deveríamos perguntar ao Dr. Morris Cerullo, autor dos comentários desta Bíblia, de onde ele tirou esta "unção financeira especial". Enquanto ele procura (junto com o Pr. Malafaia), fiquemos com Habacuque "Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação. O SENHOR Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente." (Hc 3.17-19)

Louvado seja Deus!

3 comments:

Anonymous said...

--------------------------------------------------

http://br.youtube.com/watch?v=5u2mHnw9dCU

--------------------------------------------------

http://br.youtube.com/watch?v=PKYNDDGiCLw

--------------------------------------------------

Silva said...

Dossiê Malafaia completo:

http://br.youtube.com/watch?v=Wp31RWiJopk

Rodrigo said...

Grande texto. Acho bastante complicado conseguir desvencilhar dos dogmas religiosos referentes a contestação d um líder.
As vezes me parece melhor estar fora da igreja(não d Deus).......

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails