Pesquise no Blog

June 26, 2009

A diferença que Cristo faz

No último dia 18 de junho uma mulher de 35 anos, Van Ha Stocco, suicidou-se na mesma piscina onde há quase um ano se afogaram seus dois filhos, Marcus, de 3 anos e Catherine, de apenas 1 ano (nota em site brasileiro). Que notícia trágica. Fico imaginando a dor que estava sentindo aquela mãe para cometer um ato de tamanho desespero.

A questão que nos vem a mente é: É possível passar por uma perda tão grande, quanto a de perder um filho ainda na infância, e continuar tendo forças para viver? Será que Cristo é suficiente para estas coisas? Veja o vídeo no link abaixo e tire suas conclusões. (o vídeo aparece depois de 30 segundos comerciais).

Mãe da menina queimada e abusada fala no “Brasil Urgente”

2 comments:

Edmar said...

Albert Camus disse que a única pergunta relevante que a filosofia deveria responder é se vale a pena viver. O suicídio parece indicar que a vida não vale a pena ser vivida. Mas ele disse também que se alguém encontra uma razão pela qual vale a pena morrer, deseja por ela viver. Jesus é a nossa razão de viver porque por Ele desejamos morrer. Ele disse: "Se alguém amar a sua vida perde-la-á..." (Jo 12.24). E num mundo como o nosso em que o amor pela vida é baseado numa vã maneira de viver, o resultado é mesmo a morte. Louvado seja Deus, por este testemunho que exalta o poder de Seu Filho Jesus.

Rev. Ageu Magalhães said...

Caro Edmar, obrigado pela visita. Abraço, Ageu

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails