Pesquise no Blog

August 7, 2009

Pregação em praça pública - Paul Washer



Algumas perguntas pertinentes:

A não-crentes:

Fez sentido para você a mensagem? Percebe como coisas materiais como dinheiro e fama não podem suprir necessidades espirituais? O pregador, no passado, tinha tudo isso, mas ainda havia um vazio no coração. O vazio foi preenchido por Jesus Cristo.

A crentes:

Você já parou para pensar que o Evangelho é o poder de Deus (Rm 1.16) e que este poder se manifesta no conteúdo e não no meio de comunicação? Deixe-me ser mais claro. Você pode usar meios avançadíssimos de comunicação para passar uma mensagem, mas, se esta mensagem for um evangelho barato, falsificado, e não o Evangelho genuíno, fiel à Palavra de Deus, efeito algum trará ao coração do ouvinte. Poderá até convencê-lo intelectualmente, ou emocioná-lo, mas não produzirá fé verdadeira, necessária para salvação. No vídeo, o pregador, em pleno século 21, subiu em um banquinho, no meio da praça (nem microfone usou) e transmitiu a poderosa mensagem do Evangelho àqueles que ouviram.

A pastores e estudantes de Teologia:

Você tem coragem de fazer o que o pregador do vídeo fez? Seus estudos teológicos estão lhe capacitando para quê? Para ficar trancafiado em um gabinete pastoral, rodeado de livros ou para se relacionar com pessoas e lhes anunciar a salvação?

Aí você me diz: Meu paradigma ministerial é diferente. Não é afeito a evangelismo pessoal ou a falar para não-crentes em praça pública. E eu lhe respondo: Quem é seu paradigma? Jesus? Pedro? Paulo? Por que estes falavam às multidões, onde quer que elas estivessem. Talvez esteja na hora de você mudar de paradigmas e orar como Paulo: "... para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra, para, com intrepidez, fazer conhecido o mistério do evangelho, pelo qual sou embaixador em cadeias, para que, em Cristo, eu seja ousado para falar, como me cumpre fazê-lo. (Ef 6.19,20).

5 comments:

Danilo Fernandes said...

Rev Ageu!

Estou postando o seu artigo fenomeno do arrepio, com outro titulo em Genizah - links e autoria para cá, logico. Troquei apenas o título para dar mais enfase...

Abs

PAZ E BEM!

Danilo

Rev. Ageu Magalhães said...

Caro Danilo, fique à vontade.

Abraço,
Ageu

Renato Cunha said...

Rev. Ageu,

Como Deus graciosamente tem agido por intermédio do Pr. Washer. Causa-me intensa comoção e renova as esperanças. Que o Deus de graça e bondade seja louvado.

Um grande abraço.

Geazy Liscio said...

Olá!


O senhor mencionou pastores trancafiados em seus gabinetes...

Pastor eu acho que essa é TAMBEM uma atitude necessaria. Pastores dedicarem muito tempo a leitura da Palavra e a oração, e para isso é necessario estar trancafiado no gabinete pastoral. É claro, ele deve sair do gabinete e anunciar aquilo que Deus falou ao pastor em secreto.

O proprio Paul Washer incentiva essa pratica. Ele é um homem que prega ao ar livre, mas tambem incentiva que pastores dediquem muito tempo para o estudo da palavra e a oração.


Acho que as duas praticas devem andar de mãos dadas.


Fica na paz meu irmão!

Rev. Ageu Magalhães said...

Prezada irmã Geazy, também creio nisto. O que critiquei foi a prática de alguns pregadores que só ficam no gabinete e não saem para evangelizar e cuidar do rebanho. Concordo que as duas coisas são necessárias. Forte abraço, Ageu

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails