Pesquise no Blog

May 24, 2010

As bases Darwinistas do Nazismo


O documentário abaixo é uma resposta à nova onda de ateísmo mundial. Dirigido por Nathan Frankowski e produzido por Ben Stein "EXPELLED - No Intelligence Allowed" (Expulso - Inteligência não é permitida), o filme mostra a perseguição que alguns cientistas têm sofrido por não endossarem mais a teoria do Evolucionismo e traz à tona a clara ligação entre darwinismo e o que se praticou no período Nazista.


















11 comments:

Enoc Cassiano da Cunha said...

"A incredulidade é a crença em uma mentira"
Horatius Bonar

A Bíblia claramente nos ensina, em diversas citações, que DEUS é a causa primária da existência de todas as coisas.

Cauê Hernando said...

de: Flávio A. (seminário JMC)

A analogia com o nazismo é inteligente ,se não verdadeira. Não se pode falar do criacionismo como alternativa científica, então não há liberdade uma vez que a mesma é proibida, a repressão é muito pior do que se pensa e por conta disso projetos são cortados(diga-se de passagem inteligentes),cientistas são caçados por questionarem a teoria da evolução(que eu como cristão e estudante de teologia sei que não passa de uma simples teoria) e isso acaba com a liberdade acadêmica que fez com que essas mesmas teorias fossem introduzidas no sistema educacional.
Cabe a nós como igreja de cristo, herdeiros da fé reformada com uma cosmovisão teocêntrica a batalhar tanto nos púlpitos quanto nos meios acadêmicos pela fé que uma vez foi entregue aos santos

"Romanos 11:33-36"

Cyro e Talita said...

"Senhor, porque te escondeste tão bem?"
Interessante a pergunta de Bertrand Russell... Também tenho algumas a fazer a ele e toda sua trupe:
Como alguém pode ser cego a tal ponto? Como alguém pode se negar de ver um Deus transcendente e e relacional no macro e no micro cosmos? Como é que conseguiram mesmo "tendo o conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato"?
Acho mais difícil responder essas últimas.
Excelente vídeo reverendo! esclarecedor, intrigante e revoltante!

Romulo said...

Ver-se uma intensa repressão contra a teoria ciêntífica do "DI", por que cientistas -provavelmente renomados - que defenden o "Evolucionismo" ao invés de se disporem em comparar a a credibilidade das duas teorias, demonstram uma aversão ferrenha à idéia do "DI"? É muito claro o fideísmo dos Evolucionistas à crença na inexistência de Deus.

No entanto Rom 1.21-22 nos diz "... os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis; porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato".

Crisecau said...

Sou aluno do seminário JMC em São Paulo, da turma do primeiro ano durno.

Essa série de vídeos, mostrando a perseguição aos cientistas que falaram sobre a respeito do design inteligente realmente é muito boa. Ela foi capaz de retratar como a comunidade científica embora não tendo como comprovar suas teorias sobre a origem de tudo, que a anos estão sendo disseminadas como totalmente corretas, não está aberta a discutir assuntos que são contrários aos seus pensamentos sem comprovação.

Gostaria de ponderar minha opinião sobre o design inteligente de dois pontos de vistas:

O primeiro diz respeito à oposição ao Darwinismo. Quando confrantado a teoria do design inteligente com o Darwinismo, com toda certeza o design inteligente tem muito mais razão em suas afirmações e é muito mais correta em comparação à teoria da evolução proposta por Darwin. Considerando apenas um ponto dos diversos que existem quanto ao Darwinismo dizer que os homens vieram de um ancestral comum aos macacos. O fato é que não existe o dito elo perdido e com isso a teoria se desfaz, não se sustenta, uma vez que o seu mais forte argumento não tem nenhuma prova científica. O design inteligente, propõe pensar em um desenhista, um projetista para toda a complexidade que temos em relação à evolução, o que a princípio é uma teoria melhor do que a teoria da evolução. Em sendo assim, é melhor crer na teoria do design inteligente ao invés da teoria Darwinista.

O outro ponto do design inteligente é agora em relação à religião, (especificamente o cristianismo). Quando o design inteligente, propõe que o desenhista pode ser qualquer "um" qualquer "ser": Deus, um extra-terrestre, ou qualquer ser mais inteligente do que temos hoje, opõe-se contra a Palavra de Deus e então perde a sua força argumentativa à luz da Palavra de Deus (é fato que o design inteligente não é uma proposta evolucionista, mas também está de certa forma contra a Palavra de Deus).

Essa teoria serve para desbancar a teoria da evolução, mas ainda não explica a origem primeira de tudo.
Eu sei que a teoria do design inteligente, nem necessita explicar, porque a explicação está contida na Palavra de Deus, logo em seu início (no livro do Gêneses).

Dentre as três teorias: Evolução, design inteligente e criacionismo, sem nenhuma sombra de dúvida, o criacionismo é a correta, até mesmo, porque é só crer em um Deus poderoso que tudo pode fazer.

Quero refletir em uma citação de Richard Dawkins na parte 9 dos vídeos relacionados acima. Quando Nathan Frankowski pergunta a ele o que ele responderia ao encontar com Deus após a morte e Deus lhe perguntasse o que é que ele andou fazendo, Dawkins cita, Bertard Russell, como resposta: "porque é que te escondeste tão bem?" Seria essa a pergunta que ele faria à Deus. Essa foi a resposta de Dawkins, sobre o que ele diria a Deus. O fato é que Deus não está escondido de ninguém. Sua revelação geral está aí para todos verem. Esse ensino é claro no capítulo primeiro da carta de Paulo aos Romanos. Crendo ou não não na existência de Deus, ele continuará a existir e ainda mais,
Ele julgará a todos com mão poderosa em ocasião da volta de Cristo.
Esses ataques contra a Palavra de Deus não são novidades da época. Desde o início o povo de Deus sofre com esse tipo de ofensa.
Devemos estar dispostos e certos de nossa fé para dar respostas de fé a todos que nos pedirem.
Deus abençoe a todos.

Em Cristo,

Cristiano Melo

Rafael Barbosa Nunes said...

Pelo menos duas questões eu gostaria de pontuar neste vídeo tão confrontador ao cerceamento da liberdade de manifestação e de pensamento, especificamente - no caso - no campo da pesquisa científica.
A primeira é a refutação do argumento de Richard Dawkins de que ser científico é, em última análise, abandonar qualquer perspectiva religiosa em sua compreensão e atuação no mundo, partindo-se da análise da gênese da vida no mundo para se chegar a esta conclusão. Ao comparar este vídeo com o produzido por Dawkins, percebe-se agora um compromisso com o verdadeiro debate científico, com fundamento na própria investigação científica e nas evidências que o próprio método científico levanta, ao contrário das idéias de Dawkins, que apesar de supostamente levantar a bandeira da "ciência", na verdade, luta contra o "Criacionismo" em razão daquilo que ele pensa, muito mais amparado em suas convicções filosóficas, sua cosmovisão, do que pela própria busca pela verdade. Ele não sustenta suas afirmações por argumentos científicos e sim (pelo menos o vídeo por ele produzido assim caminha) por sua compreensão de mundo. Neste caso, o argumento que ele próprio diz defender (entendimento científico da gênese para refutar o "Criacionismo") é, na verdade, seu grande inimigo - como vejo Rm. 1: 18 e ss. ecoando tão fortemente ao analisar estes vídeos.
Na segunda questão que gostaria de destacar neste vídeo, faço coro ao apontamento trazido pelo irmão Cyro. O entendimento destes cientistas autonomistas, emancipatórios em relação ao Senhor - o Criador dos céus e da terra - é tão grande, que diante de tal revelação (geral) é absurda que eles ainda tem o despeito para com Deus de julgar estar o Senhor "escondido" diante do homem - como negar a realidae do Sl. 19: 1, por exemplo? Como nos ensina o texto de Romanos 1: 20, "... Tais homens são, por isso, indesculpáveis...". Nossa oração só pode ser (por mais difícil que seja, diante de tal blasfêmia que chega a produzir - confesso - ira em meu coração)para que o Senhor tenha misericórdia destes cientistas incrédulos para que eles, pela misericórdia de Deus, possam conhecer ao Senhor, render-se a Ele e se arrependerem de seus ensinos tão enganosos e de afronta a Deus.
Por fim, não poderia deixar de elogiar a proposta de compração destes vídeos e esta modalidade de proposta no ensino, intercalando outros recursos ao método tradicional. Deus continue o abençoando e fortalecendo, Rev. Ageu. Um abraço.

SILAS PALERMO said...

SILAS PALERMO (seminario JMC)
A Ciencia pode ser incoerente tambem, neste caso pregando uma liberdade que ela pode oferecer às custas de supressão da religião. É um grande movimento mundial que se arrasta há tempos, formando opniões e preparando "terreno" para a manifestação da iniquidade, o anti-cristo. O muro de Berlin caiu, mas um outro ainda maior há. A Academia cientifica está tão contaminada com os interesses politocos-economicos como tantas outras instituições. O Darwinismo radical é tão perigoso quanto o fundamentalismo religioso o é, a História mostra isso, o livro "Mein Kampf" de Hitler e suas açOes mostr isto isto. Seleção e eliminação das espécies... Cristo pregou justamente o oposto em seu Sermão na Montanha (Mt 5.2-12), onde felizes e sustentados por Deus são os desprezados, fracos, humildes, simples. Enfim, crer na Evolução necessita de tanta ou mais fé do que simplesmente crer em Deus - mas isto é simples demais para a mente humana!

Eduardo Carvalho said...

É necessário muita fé pra acreditar na teoria da evolução.
A Sagrada Escritura deixa muito claro que Deus é o criador e sustentador de todas as coisa, sem Ele nada viria a existência. A teoria da evolução já foi superada em muitos pressupostos, e seria necessário muitas explicações mirabolantes para a questão química da espécie e o processo divisor do átomo.
Um forte Abraço.
Eduardo Carvalho

NELSON DOS SANTOS FERREIRA said...

A teoria do Darwinismo é só fumaça mesmo, façam-me o favor!

Luiz Henrique Portela Faria said...

Gostei do vídeo! No entanto, penso que ele comete o mesmo erro dos vídeos do Richard Dawkins: criticar o argumento contrário sem apresentar provas conclusivas. O vídeo do Dawkins nos afronta diretamente porque ofende a nossa fé. E ele o faz de maneira irracional e não científica, isto é, apresentando apenas adjetivos para qualificar aqueles que preferem acreditar em Deus como causa primária de todas as coisas.
Por outro lado, o Expelled, de certa forma fez o mesmo que o Richard Dawkins, só que do nosso lado. Uma única diferença é que o Expelled também fez uma denúncia: mostrou que entre os evolucionistas não há espaços para pensar diferente.

Concluo dizendo que a maior contribuição que o Expelled deixou não foi uma forte refutação do vídeo do Dawkins, mas provar que dentro da academia e da universidade existem cientistas que pensam diferente; mostrou que há academicos que não concordam com o darwinismo e que possuem argumentação científica para tal. Sobretudo, o vídeo nos deixa claro que a teoria da evolução não passa de uma TEORIA: com falhas, afirmações contrárias e discordâncias.

Carlos said...

João 8.32 'e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará'

É deveras intrigante observar pessoas, como Dawkins, falar sobre liberdade, enquanto seus próprios pensamentos são incoerentes com o que ele defende.

A princípio, a ideia de que aqueles que creem no criacionismo, que creem em Deus são pessoas cuja liberdade de pensamento e escolha é tirada, essa é uma conclusão dos próprios cientistas.

Nossa crença não se baseia em espalhar o terrorismo do inferno e forçar as pessoas a aceitarem a Deus por medo, como alguns religiosos fazem (visto no vídeo de Dawkins em sala de aula).

Acreditar em Deus é a nossa liberdade, a nossa escolha, e é justamente essa liberdade que pessoas como Dawkins estão tentando nos tirar.

Se a maioria dos cristãos fossem questionados a respeito de sua crença, diriam que é sua própria escolha, assim como alguns escolhem não acreditar em Deus, e sim no evolucionismo.

O fato é que, como visto nos vídeos, a própria ciência defende algo que não consegue explicar. Não existe uma resposta concreta para explicar o evolucionismo.

Mas o que realmente há de mais intrigante nos vídeos é o posicionamento dos cientistas em não permitir que haja liberdade de pensamento e expressão àqueles que, de alguma forma, contrariam o que a ciência defende.

Nós, cristãos, conhecemos a verdade, pois o próprio Deus, dono de toda a verdade, a colocou em nossos corações, e na própria Bíblia. E essa verdade é a nossa única fonte de verdadeira e incontestável liberdade.

José Carlos Piazzaroli Júnior
JMC - 1º anista

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails